não caindo de 18 andares na paulista com o Besta

É isso aí mesmo: dezoito andares, em cima da Paulista, assistindo à formação de um temporal e com a missão de fazer promos e uma foto de capa pro disco ao vivo do Besta em São Paulo — que saiu hoje! — aos 45' do segundo tempo (às vésperas da volta da banda pra Portugal).

Depois de uma tarde semi-gastro-turística de sucesso (testemunhando roubos de celular e possíveis perseguições policiais) e com a foto da capa já decidida, foi hora de tomar decisões erradas e subir a Augusta inteira em pleno mês de fevereiro, só pra todo mundo chegar ensopado de suor na Paulista, bem na hora do vendaval insano que precedia a chuva.

Vendaval esse, que fez 90% das fotos virarem basicamente um coletivo de vultos com cabelos selvagens voando pra todo lado.

O que sobrou, quando os europeus finalmente já tinham se habituado a ver São Paulo de cima pela câmera do celular, segue abaixo.

 

temporal de verdade, não era hipérbole

bônus de beijo acidental em flor : )